The lunatic is on the grass…

Fala galera!
Era para ser só uma sugestão, mas acabou se tornando uma crítica!!! Rs! Mas gosto mesmo desses caras ae.. fazer o quê.. rs! Então lá vai!

Tenho ouvido esse cd com muito mais freqüência esses dias e acabei comprando o DVD, aliás, recomendo para quem como eu, tem um verdadeiro magnetismo com o Pink Floyd… realmente não é um DVD de músicas que você possa colocar p tocar em casa numa reunião de turma de amigos e sim um registro de como foi feito esse que é considerado um dos melhores álbuns já gravados em todo o mundo.

Faixas do DVD:
01. Introdução

02. Set the Controls for the Heart of the Sun
03. Echoes
04. Breathe
05. On the Run
06. Time
07. The Great Gig in the Sky
08. Money
09. Us and Them
10. Brain Damage
11. Eclipse

O Pink Floyd já tinha criado a base para o que viria a ser o álbum The Dark Side, devido ao grande numero de shows dos CDs (leia-se, discos.. rs!) anteriores e esta seria a primeira vez em que Roger Waters seria responsável por todas as letras e também pelo “conceito” básico de um álbum do grupo…

Sem dúvida uma musicalidade atemporal. Coisas que são realizadas com certa facilidade nos dias de hoje (mixagem, masterização…) eram quase que uma apresentação a parte, pois eram necessárias várias pessoas ao mesmo tempo e nada de computadores, rs… isso não se cogitava na época. Se vocês ouvirem “on the run” nunca imaginariam como foi feita e a riqueza de batidas que nela existem… realmente incrível!! E se não me engano em minhas pesquisas, foi o primeiro registro de uma banda a tocar com Looping (aquela batidinha por trás da música, bastante utilizada hj em shows ao vivo)

Baseado nos temas centrais – alienação, paranóia, loucura, guerra e morte – The Dark Side of the Moon se tornaria um disco que marcou os anos 70 e 80 (com um número recorde de semanas nas paradas). Trinta anos se passaram, e ele continua atraindo uma nova geração de fãs da música… impressionante mesmo!

Melodias excelentes como Brain Damage, dedicada a Sid Barret, ex-integrante da banda afastado por causa das drogas, considerado por muitos a força motora, responsável pela explosão do Floyd mundialmente, entram na minha lista de favoritas facilmente! Além de clássicos como ‘Time’, ‘Money’ (que foi o hit da época! É mole..) e The Great Gig in the Sky (que criei até comunidade no orkut!! Rs!)

“And if the cloud bursts, thunder in your ear

You shout and no one seems to hear.
And if the band you’re in starts playing different tunes
I’ll see you on the dark side of the moon…”
(Brain Damage – R. Walters)

(“e se a nuvem explodir, trovejar em seu ouvido

você grita e ninguém parece escutar
e se a banda que você está começa a tocar diferentes melodias
eu verei você no lado escuro da lua…”)

Outra característica bem legal do álbum são os trechos de diálogos entre as faixas. Os Pink Floyd durante as gravações entrevistaram várias pessoas, perguntando-lhes coisas relacionadas com os temas centrais do álbum, como a violência e a morte.

A frase no fim do álbum “there is no dark side of the moon really…matter of fact it is all dark” é do porteiro do estúdio Abbey Road (onde foi gravado o disco!! Sim a casa dos Beatles!), o irlandês Jerry Driscoll…

(tradução: “Não há lado escuro da lua, na verdade. Pra falar bem a verdade, ela é toda escura…). Ele explica que a luminosidade da lua provém do sol… Isso depois de ouvir todo o disco e ouvir ele falando com uma simplicidade impressionante é de arrepiar!

Enfim, vale pelo menos uma locação no fim de semana!
Palavra de fã! Rs!

Abraço!

Anúncios

5 Respostas to “The lunatic is on the grass…”

  1. Anonymous Says:

    Eheee!!!
    Salve o velho Floyd!!!!!

  2. Paula Dantas Says:

    Floyd é sensacional… quero ver esse DVD, amore, se for na sua companhia melhor ainda. Eu deixo até Marcinha assistir com a gente… kkkkk :p

    Pra completar seu post, deixo duas dicas a seus leitores:

    1) O livro “Dark Side Of The Moon” que conta a trajetória desse disco sensacional (http://www.americanas.com.br/AcomProd/1472/558002);

    2) O livro “Paz, Amor e Sgt. Peppers” (http://www.ivox.com.br/produto/?dir=:37138). Sim, eu sei que sobre os Beatles, mas foi escrito por George Martin, eterno produtor deles, e conta como foi fazer Sgt. Peppers em 1967, justamente essa coisa de reproduzir naqueles tempos o que hj a gente está acostumado a ouvir. Naquela época era novidade, era uma arte! Então, pra quem é músico esse livro é imperdível!!!

    Ficam aí as dicas!
    Beijocas

  3. Danniel? Vim fazer uma visita, deixar
    meus parabéns pelo seu Blog(muito bem arquitetado) e agradecer por add o link do meu Blog em sua página.

    Um forte abraço!!!

    Mais uma vez obrigado “pela força”, espero contar sempre com a sua visita.

  4. Dandannnnnnnnnnnnnnnnn!!!!

  5. Adriana Rezende Says:

    Daniel,
    Qt tempo heim?! Eu tb tinha um bom tempo que não entrava aqui no seu blog, mas adorei o novo layout!!! Gostei muito mesmo, do conteúdo, tudo,parabéns!!! Como vc está? Em março vcs, do Sibberia, fizeram um tributo ao Legião Urbana eu não estava presente, mas amigas minhas sim e amaram, parabéns!!!
    Tudo de bom e muito suce$$o. Beijão:***

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: