Dores ‘cotovelísticas’

cotovelo_pequeno
Muito me admira certos tipos de comentários de blogueiros, que são direcionados a pessoas ou a grupos de pessoas que compartilham de um mesmo trabalho, mesma profissão… que (supostamente) entendem muito mais do seu meio (ou pensam entender…) do que qualquer outro mas, mesmo assim, no que mais parece uma crise de surto, abrem a tela do seu laptop com o triste pensamento… “agora vou botar para quebrar!!!” E se quebram.

Tava lendo o blog do Bruno Medina, “músico da banda Los Hermanos e escritor nas horas vagas…”, como ele mesmo se define e me deparei com seu mais recente post, “ah, os ares do sul”, onde ele faz referência sobre as atrações musicais que virão ao Brasil em 2009.

Acho que antes de continuar, caro leitor, por favor… clique aqui:
(_*_)

Bom… após ter lido essa bosta o texto em questão, não parece que o blogueiro Bruno (nas horas vagas, não esqueçam!) destila um certo rancor a respeito de quem já fez E AINDA FAZ uma história brilhante no meio musical? O mesmo meio que ele, junto com sua banda, já não faz parte, por estarem “dando um tempo”?

Olha… sinceramente, não é por aí que a banda toca.

“Parece-me que quanto aos artistas gringos, só recebemos duas categorias; os consagradíssimos ou os falidos.”

Essa citação me deixou intrigado… Os consagradíssimos ele se refere a Madonna, Elton John… concordo… são estrelas mundiais e fizeram por merecer. Os falidos, “time B”, ele se refere a Alanis Morissette, Simply Red e ao A-ha?!?!?!?

Bom.. em primeiro lugar, Alanis Morissette não me parece ser um artista decadente e não é por que ela “fará um show no Piauí”, comentário este totalmente preconceituoso da parte do blogueiro (nas horas vagas…), que o desespero tomou conta dela.

Em segundo lugar, parece que o blogueiro (nas horas vagas) Bruno, não chegou a ver os comentários abaixo do post, pois parece que a falida banda A-ha ainda tem muitos admiradores no Brasil e que a sua futura passagem pelas terras brasileiras está sendo bastante aguardada. A banda esteve por aqui em 1989 quando começou a ser conhecido no Brasil, passando inclusive por Sergipe… em 1991 pelo Rio, justamente em seu auge, colocando 200.000 cabeças no Maracanã… em 2002, mais 5 shows lotados e por aí vai…

Dentre esses e mais uns mil argumentos é que me faz pensar que o Sr. Bruno Medina, blogueiro nas horas vagas, gostaria de fechar a tela do seu laptop e voltar ao palco com a sua banda para não arriscar cair no esquecimento, pois acho que eles ainda têm o que mostrar… ainda…

Ou então escrever sobre trabalhos do “tipo A”, como esse AQUI

…E viva os músicos do “time B”!!!

Anúncios

Uma resposta to “Dores ‘cotovelísticas’”

  1. Curta e grossa, comentarei:
    99% dos artistas, sejam A, B, C ou W… vêm para América do Sul APENAS encher os bolsos. ‘Madonnas’ e ‘A-has’ não estão nem aí pro público ‘terceiromundista’ que compra seus ingressos por desvalorizados Reais, Pesos, e por aí vai…
    Os outros 1% vêm por amor a música, mas esses são mais raros.

    Quanto ao Medina, bem falou o “Adriano”: devia olhar pro próprio rabo!!!! E olhe que eu sou fã do Los Hermanos…

    Beijos amore!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: