Michael Jackson (1958 – 2009)

michael_jackson_luva
Ao ver as notícias da TV e da internet na tarde de ontem, fui na estante da sala e encontrei umas das 104 milhões de cópias do álbum ‘Thriller’ que existem em todo mundo. Álbum esse que lembro ter tido mais alegria em ouvir. Tudo bem, em 1988 com 11 anos (quando ouvi pela primeira vez) eu não tinha o ouvido crítico que tenho hoje, mas aquelas músicas de alguma forma faziam que eu trouxesse o braço da agulha de volta à primeira música e, repetidas vezes, as ouvisse incansavelmente.

IMG_0331

Todo aquele jeito de cantar e dançar, rapidamente virou moda não somente no meu bairro como em vários de todo o planeta. Era diferente.. plástico.. o seu visual com aquelas luvas e aquele sapato que parecia com meu vulcabrás da escola… a garotada tentava imitar desde a sua assinatura até o modo de se vestir. Todos da minha época de moleque tinham o Michael como um exemplo de ídolo e de sucesso.

michaeljackson-2205

Sucesso esse que aquele garoto de família humilde e talentosa, não soube lidar muito bem e, numa onda de ostentação, vaidade e genialidade (afinal, nem todos a entendem..) iniciou um grande declínio. Não para os fãs, claro. Tudo que nunca consegui entender e aceitar sobre pedofilismo, os seus fãs absorviam como um simples desvio de conduta e, comparado à sua enorme contribuição para com a música, aquilo tudo poderia ser apagado como mágica. Michael era uma pessoa “doce” e “mágica”, segundo eles e os vários artistas com quem conviveu em todos esses anos. Para eles isso bastava.

Não estou aqui escrevendo para diminuir de alguma maneira a saudade deixada com a sua ida… estou tentando sim, justificar a mim mesmo que essa ida não será o fim do mundo mas, sinceramente, gostaria que ele pudesse ter feito essa ‘passagem’ com a felicidade e certeza de ter sido um grande ídolo em todos os sentidos, o que não foi possível.

Muitos ‘grandes’ já se foram, mas inconscientemente para mim, dele tenho mais memórias. E são dessas boas memórias que quero guardá-las… e aprender com elas!

Anúncios

3 Respostas to “Michael Jackson (1958 – 2009)”

  1. Grande perda… grande perda… mas NUNCA será esquecido!
    Michael rock´s!!!!!

  2. Susu Melo Says:

    pois é, Dan… sabe o que eu acho?
    tudo que a gente realiza com competência flui tão naturalmente…
    eu o penso aos cinco anos tão seguro de microfone na mão e voz afinada…
    nossa! ele já chegou pronto. Unforgettable Michael!

  3. Rosana Cardoso Says:

    ***The best…love your Michael Jackson…

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: